segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

Australia escola de" vida" e a terra do "adeus"

Desde que decidir vim morar na Austrália vocês não fazem ideia de quanto aprendi neste lugar. Todos os dias e como ir para escola aprender uma algo novo. Entre um aprendizado e outro se aprende a falar inglês, cumprimentar pessoas de diferentes nacionalidades, como apreciar comidas de vários cantos do mundo,ver as diferentes formas como mulher e idosos são vistos em outras sociedades,entre outras diferenças culturais.
Na verdade quando cheguei meu único foco era dominar a língua inglês e saber sobre a cultura australiana,(sobre isso vou falar depois, porque e algo muito confuso). Foi impossível aprender somente inglês e a cultura australiana, pra começar tive que aprender a andar na rua como eles,que o jantar e a refeição mais importante do dia e não o café da manha ou almoço, recém-nascidos não toma agua antes de completar 9 meses de idade.
Por exemplo, no Brasil quando usamos escada rolante ficamos em pé em qualquer lado e a escada encarrega de fazer seu papel. Na Austrália a direita e destinada para os apressados e deve esta sempre livre, se você ficar parado vai ouvir sempre alguém com raiva “excuse me”, o que a maneira educada de pedir licença ou “getout” que e mais agressivo .
Agora que estou familiarizada com a regra quando vejo alguém parado a direita, já logo penso e recém-chegado ou turista. A mesma regra e aplicada para o transito, o oposto do que estamos acostumado no Brasil ou em outros países.
Fazer amigos brasileiros e pessoas de outros países e a coisa mais fácil que existe aqui, principalmente europeus e sulamericanos. Acho que um dos fatores para isso e a semelhança de culturas e o apego que temos uns pelos outros, porque adoramos fazer festa para reunir os amigos e divertirmos. As naciolinadades mais comuns são Colombianos, peruanos e chilenos, mexicanos, italianos, portugueses, franceses, poloneses, alemos, entre outros, australiano, mesmo morando no pais e algo bem raro.
Quando conheço brasileiros que moram aqui por muito tempo sempre pergunto “você tem amigos australianos?” a resposta e sempre a mesma, “não”. Algo interessante e que quando um australiano conhece Brasil e outros países do Sul da América, voltando aqui eles estão sempre com brasileiros, falam português, dança samba, come feijoada, farofa e churrasco ao nosso estilo, cantam musicas brasileiras e vestem como a gente.Fazem piada de tudo e dão risada de nada...Se tornam figurinhas certas que qualquer evento da comunidade brasileira.
Uma das coisas que mais que mais aprendi e uma das mais dolorosas e ter que da “adeus” aos amigos que aqui encontrei. Só este mês já recebi 5 convites para festa de despedidas de brasileiros que decidiram voltar para casa. Motivo, são vários: entre eles saudades da família, do Brasil, frustacao de sentir sozinho ou dos subempregos( que na maiorais das vezes e trabalho pesado que estressa o físico e a mente), falta de afeto dos amigos de infância e da família, etc. Essa semana me emocionei com o profile de uma amiga no orkut que esta de malas prontas para voltar para o Brasil. O que mais me chamou atenção e o ultimo paragrafo, onde ela diz “Não atingi o meu objectivo aqui de falar inglês fluente, mas sei que quando eu voltar para o Brasil, voltarei uma pessoa diferente e com certeza uma pessoa muito melhor”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário